Entrevista Sala VIP com Cacá Martan

O joinvilense Acácio Martins, mas conhecido por todos como o querido e simpático Cacá Martan, acaba de completar 60 anos de vida com a certeza de uma coisa: sua família, seus amigos e sua profissão são suas maiores conquistas. Formado em Ciências Econômicas, hoje é radialista profissional e especializado em Comunicação Empresarial. Começou a vida como operário, passou por várias empresas como Construtora Keller, Nylonsul, Embraco, até montar sua empresa de Assessoria e dedicar-se ao Rádio e TV. Atualmente apresenta programa na Rádio Cultura das 10h às 12h; comenta futebol na mesma emissora e apresenta programas esportivos na TV da Cidade/NET.
Qual a origem do seu apelido tão famoso?O apelido Cacá Martan veio em função de que, na estreia oficial na Rádio Cultura de Joinville, tinha mais três locutores com o sobrenome Martins.
Vanderlei Luxemburgo disse numa entrevista o seguinte: “Os jogadores ganham jogos e os técnicos ganham campeonatos”. O que tem a dizer sobre isso?Acho que jogadores e técnicos ganham jogos e consequentemente campeonatos juntos. Não se ganha campeonatos sem se ganhar a maioria dos jogos.
 O que o JEC deveria fazer para destacar mais jogadores com o perfil do Ramires no contexto do futebol nacional e até internacional? Deveria montar uma boa estrutura para a base e fazer pré-contratos com quem lá estivesse para evitar que empresários oportunistas levem aqueles que estão praticamente prontos. A atual diretoria quer reestruturar esse departamento. Aguardemos!
               Você acredita que o JEC ainda tem chance para chegar na série A? Se a resposta é não, o que poderia ser feito para no ano que vem ser diferente?Chance tem, a matemática prova isso. Mas eu acho difícil, pois o JEC tem bons concorrentes a uma vaga que passaram à sua frente. Entendo que a Diretoria deva tirar lições dessa temporada, que foi a primeira depois de muitos anos, para tentar no ano que vem. 
 Qual sua opinião a respeito da arbitragem hoje no Brasil?  Entendo que a arbitragem brasileira passa por um dos seus piores momentos. Se erros de arbitragem fossem revistos a classificação das Séries “A” e “B” do brasileiro estariam diferentes.
 Ao completar 60 anos de vida, qual a importância da família e dos amigos pra você? É repetitivo, mas a família é a base de tudo. Quanto mais amadurecemos mais entendemos sua importância. Quanto aos amigos não consigo me imaginar sem eles. Estão presentes nos momentos mais importantes de nossas vidas, sejam os alegres ou nem tanto.
O que gosta de fazer nas horas livres? Nas horas livres adoro ler, viajar e jogar dominó. Isso me energiza para o trabalho.
Picture of Alessandra Lobo

Alessandra Lobo

Alessandra Vieira Lobo possui larga experiência no colunismo social por ter trabalhado ao lado do pai, o colunista, João Carlos Vieira (in memoriam), de 2001 a 2007, no Jornal A Notícia. Assinou diariamente a Coluna Persona, no Jornal Notícias do Dia,  de julho de 2009 até dezembro de 2016, foi apresentadora do Programa Espaço News Norte, na Record News, é colunista na Revista DUO,  e Digital Influencer no Instagram @alelobo

Deixe seu comentário

Sobre a Ale Lobo

Alessandra Vieira Lobo é colunista na Revista DUO e Digital Influencer. Assinou diariamente a Coluna Persona, no Jornal Notícias do Dia, de julho de 2009 até dezembro de 2016, foi apresentadora do Programa Espaço News Norte, na Record News.

Posts Recentes

Envie sua mensagem

ou envie um email para

Cadastro realizado com sucesso.

Enviaremos as novas publicações em seu email.

Mensagem enviada com sucesso.

Retornaremos o mais breve possível.