Eficaz tecnologia contra sequelas da Covid chega a Joinville

A técnica é chamada de Neurofeedback, comprovadamente eficaz contra as sequelas da COVID-19.
Em Joinville/SC, a técnica é aplicada com total maestria e com excelentes resultados pela psicanalista Karla Françoise, especialista também na agilização do cérebro para uma mudança de mentalidade e alta performance.
IMG_9786

A psicanalista Karla Françoise, Rua Blumenau, 178, Conjunto. 906, no bairro América

Esclarecedor relatório publicado pela British Medical Journal (THE BMJ*), – bem como literatura divulgada pela Revista Nature* – e também artigo científico apresentado pela Revista Acta Neuropsychologica* e republicado pela Organização Mundial de Saúde, – aponta que a contaminação com Covid-19 causa comprometimento no cérebro do indivíduo. A Síndrome do Pós Covid Aguda é prejudicial, pois os sintomas são persistentes e as complicações são tardias e podem persistir por um prazo bem longo. Sendo assim, qual é o tratamento indicado para restabelecer a plena saúde do indivíduo? A recomendação é aplicar a eficaz técnica de NEUROFEEDBACK para reduzir as sequelas do Pós-Covid. E para satisfação dos moradores de Joinville, Norte Catarinense e Santa Catarina como um todo, o Neurofeedback está presente em nosso meio, trazido pela psicanalista Karla Françoise, especialista não só na técnica de neurofeedback, mas na agilização do cérebro para mudança de mentalidade e alta performance.
Para melhor compreender o tema e tomar ciência quanto a técnica, Karla observa que o neurofeedback utiliza o eletroencefalograma em sua composição e assim monitora, em tempo real, a atividade do sistema nervoso central. O objetivo é melhorar o funcionamento cerebral sem a utilização de medicamentos e tampouco é invasivo no cérebro. No caso específico do artigo publicado pela Acta Neuropsychologica e republicado pela OMS em agosto de 2021, a técnica de neurofeedback e o treinamento cognitivo orientado e alicerçado em objetivos bem definidos, reduz as disfunções neurocognitivas e os efeitos colaterais de longo prazo após a infecção de COVID-19.
Na clínica de Joinville/SC, Karla é pioneira em aplicar, com sucesso, o neurofeedback no tratamento das pessoas que apresentam sintomas de comprometimento cerebral pós-covid. Segundo a psicanalista, além dos sintomas já divulgados e que podem acometer a pessoa no COVID-19 pós-agudo (fadiga, dores musculares, falta de ar, queda de cabelo, perda de paladar e olfato, dor no peito, palpitação, tontura, trombose, depressão, ansiedade…) ainda surgem: dificuldade de linguagem e aprendizagem, raciocínio, memória e dores de cabeça. Inclusive, comenta Karla, o Neurofeedback possui eficácia comprovada nos casos de TDHA, autismo, depressão, estresse, ansiedade, transtorno obsessivo compulsivo, fibromialgia, dislexia e insônia. Ao tomarmos por base o relatório da BMJ, Karla ressalta que  pelo menos 30% das pessoas que são contaminadas pelo Coronavírus, apresentam comprometimento no cérebro. Já o artigo publicado na Revista Nature mostra a dimensão do problema em oito âmbitos, da pele ao cérebro.