De estagiária a sócia: Conheça a trajetória da engenheira Carolina Freitas

De estagiária a sócia da empresa Investcorp Empreendimentos, Carolina Freitas Machado Glacomini, faz parte dos 37,4% de mulheres que estão em cargos de liderança. O dado é da “Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil”, divulgado pelo IBGE.

Carol sente que representa muitas mulheres e se sente feliz por estar neste lugar. “É fato que no Brasil, ainda temos mais homens em cargos gerenciais que mulheres, me sinto realizada, por ter alcançado essa posição, não só por ter certeza do meu valor e capacidade, mas por estar em uma empresa que não provoca essa barreira”, afirmou.

Apesar de ter escalado essa ascensão em apenas 5 anos, o caminho de Carolina não foi direto, sua colocação como sócia foi feita em 2021, mas o título foi apenas uma oficialização do que ela e Fausto de Lucca, outro sócio que começou como estagiário, fizeram pela empresa desde o início, quando entraram como estagiários em 2015. “Entrei para estágio no escritório, logo passei para compras e suprimentos, depois apartamentos modificados. Após algum tempo surgiu a oportunidade de ir para a obra e finalizar dois empreendimentos, nessa época eu ainda era estagiária, logo fiz minha transição de carreira e fui efetivada”, contou.

A engenheira fala que se fosse definir a ascensão em duas palavras, elas seriam: “esforço e dedicação”. As transições de funções permitiram que Carol conhecesse todo o operacional da empresa, além de desenvolver processos e formar equipes. “Muitas oportunidades e desafios surgiram nesses anos, desde o estágio até o momento em que me tornei sócia, e eu nunca recusei nenhuma delas, mesmo que eu tivesse medo ou que exigisse muito de mim”, completa.

Apesar da habilidade para gestão e processos, esse não era o objetivo inicial de Carolina. Enquanto ainda estava na faculdade seu objetivo era adquirir o máximo de conhecimento no canteiro de obra e ser engenheira na área, até que as experiências e habilidades descobertas fizeram com que ela desejasse e se preparasse para assumir e  gerenciar todas as obras da empresa.

Construção do maior prédio de Joinville

A Investicorp Empreendimentos será a primeira construtora a fazer um prédio de 30 pavimentos em Joinville, a construção que terá o dobro de andares permitidos atualmente só é possível graças à lei de outorga onerosa. O prédio conta com um conceito musical,  “além de sua forma e arquitetura, como a sacada em forma de piano traz essa lembrança à música e à arte”. O Opera terá mais de 120 metros de altura, 30 andares e 47 apartamentos.

O projeto de alto padrão, exige mais atenção e projetos específicos envolvidos, como projeto de fundação, fachada, acústica, esquadria e impermeabilização. Carol conta que um projeto assim exige muito mais conhecimento técnico e sua responsabilidade nessa estreia é buscar a contratação dos melhores fornecedores e equipe interna para estabelecer uma boa base técnica. “Da minha parte fica o gerenciamento para que todo esse conhecimento e informação seja transformado e entregue em uma boa execução na obra”, finaliza.

Texto escrito por: Elisa Scherer para o Portal Canal SC