Entrevista Sala VIP com Fábio Morandim

gabriela

Fabio_manicure

Sem medo de preconceitos e aprimorando diariamente seu trabalho, Fábio Morandim, joinvilense de 25 anos, atua como manicure em Joinville. Isso mesmo! Conhecemos homens cabeleireiros, expert em maquiagem, mas dificilmente ouvimos falar em manicure homem. Trabalhando na área há cinco anos, Fábio já tem sua clientela fiel, no salão Fernando Fernandes, que o procura para cuidar de mãos e pés e nos conta como é quebrar paradigmas e estar envolvido em uma área onde prevalecem as profissionais mulheres.

 

Qual o maior desafio da sua profissão? Você sofre muito preconceito no trabalho?

Eu trabalho como manicure há cinco anos e meu maior desafio é a demanda e ergonomia dos equipamentos, que são voltados para as mulheres. Quando optei em ser manicure o preconceito veio junto no pacote. Mas não um preconceito ignorante, foi mais como um receio em arriscar fazer as unhas com homem. Fosse pela mão pesada, que pode machucar, fosse pelo senso moda e tendências. Mas isso logo virou uma vantagem pra mim, pois trabalhei seis anos com moda na área de vendas. Convenhamos, homem fazendo unhas atiça a curiosidade de qualquer mulher! Então, logo tratei de aprimorar os métodos a meu favor, como massagens, hidratações nos pés e mãos, com uma pegada um pouco mais forte.

 

Você acha que as mulheres procuram a manicure apenas para fazer as unhas, ou como um momento de descontração e conversa? Eu acho que as mulheres me procuram não somente pra embelezar as unhas, mas como uma válvula de escape. A rotina, muitas vezes, as deixam de cabelos em pé, e nada melhor que um salão pra jogar conversa fora e fofocar sobre o universo feminino. Ali dentro dividimos segredos e momentos de muita descontração. Isso sem duvida torna a minha relação com minhas clientes muito melhor e mais íntima.

 

Qual o seu maior sonho?

Minha maior vontade no momento é me aprimorar como podólogo e poder atender minhas clientes numa sala mais profissional, onde eu possa oferecer serviços como alongamento de unhas e tratamentos diversos.

 

O que gosta de fazer nas horas livres?

Nos meus momentos fora do salão eu gosto de praticar esportes, fazer meus treinos na academia, cozinhar pratos que nunca tentei, e me desafiar a ler livros em semanas.